Movimentos da Coluna Vertebral | Dr. Rodrigo Gorayeb

Movimentos da Coluna Vertebral

A flexibilidade da coluna vertebral, conferida pela relação entre os seus ossos, articulações e músculos confere a possibilidade de realizar certos movimentos característicos e básicos da actividade física humana.

O movimento mais realizado é a flexão anterior do tronco – neste movimento existe menos compressão nas raízes nervosas mas um aumento de pressão ao nível discal, promovendo a sua degradação. Esta degradação poderá levar por sua vez a uma alteração estrutural capaz de comprimir as raízes nervosas que antes se encontravam descomprometidas.

Outro movimento é a extensão ou flexão posterior do tronco – corresponde a uma hiperlordose funcional, sendo que pode vir a ser adquirida, e leva à aproximação das facetas articulares o que diminui o diâmetro dos buracos de conjugação por onde passam os nervos, havendo também achatamento do disco na sua porção posterior.

Flexão lateral – tanto para a esquerda como para a direita, são mais comuns em treino desportivo que em actividades corriqueiras do dia-a-dia.

Rotação – são utilizados recorrentemente em associação com outros movimentos e provocam uma diferença de pressão nos discos consoante o lado para o qual se faz a rotação ou o tipo de movimento associado.

Os movimentos feitos com o tronco anteriorizado ou em torção, seja em pé ou sentado, são os mais danosos para a coluna vertebral