O que é Cervicalgia | Dr. Rodrigo Gorayeb

Cervicalgia

Geralmente é de causa idiopática, i.e., desconhecida, no entanto é associada a movimentos repentinos ao nível do pescoço, manutenção de postura errada por muito tempo, sobrecarga/esforço ou trauma. Pode diminuir a intensidade da dor em repouso, sendo que o movimento tem o efeito contrário, levando a que o doente limite a sua acção. Alterações ao nível da ATM (articulação temporomandibular) podem ter repercussões a este nível. A dor no pescoço pode irradiar para o ombro e braço, variando de uma intensidade leve e localizada para uma dor intensa. Muitas vezes implica alterações ao nível da sensibilidade e força por haver compromisso ao nível nervoso. Pode haver sensação de dormência ou “formigueiro” nessas mesmas áreas. A astenia (fraqueza muscular) geralmente indica situações mais graves ou duradouras, podendo haver progressão da mesma ou até alterações ao nível dos reflexos.

O diagnóstico é clínico e considera a sintomatologia aliada a exames neurológicos e imagiológicos, determinando o local e dimensão da lesão.

O tratamento é, normalmente, não cirúrgico e conservador, apostando em técnicas de fisioterapia, estabilização da coluna e musculação.